Estruturas para tomateiros

Depois de ter descoberto que se podem cultivar ” tomates de pernas para o ar “, chegou a altura de pensar em fazer uma estrutura para segurar os tomateiros.

Da experiência anterior que tenho, já cheguei à conclusão que as canas não aguentam o peso, sobretudo quando os tomateiros produzem em quantidade e os frutos ficam mesmo pesados.

Por isso resolvi investigar algumas formas de guiar as plantas e foi quando encontrei um álbum de fotografias onde as pessoas partilham as diversas técnicas que utilizam. O álbum está disponível AQUI

Também gostava de poder contar com as vossas opiniões e experiência relativamente a este assunto. Fico a aguardar a vossa partilha.

5 Respostas

  1. Olá!
    Apesar de não ter grande coisa publicada, tenho uma horta onde os tomatateiros também estão contemplados.
    Geralmente aproveito os troncos mais vigorosos das podas das oliveiras, ou estacas de pinho, ou de eucalipto. Faz-se tipo umas “gaiolas”! Isto é as estacas na vertical, espetadas um bocadinho afastadas do pé do tomateiro. Depois com ráfia, seguram-se ripinhas ou paus mais finos na horizontal.
    No final da época desmonta-se a estrutura e guarda-se das intempéries para o próximo ano.
    Em breve colocarei algumas fotos no meu blog. Dar-lhe-ei conta disso se quiser.
    Confesso que nunca coloquei nenhuma estrutura em metal, porque em primeiro lugar se forem em arame, os “troncos” frágeis dos tomateiros tenderão a partir, se forem de espessura considerável, creio que com o sol, aquecem demasiado e “queimam”. Por isso, os antigos usavam sempre paus e estruturas em madeira!
    Agora de pernas para o ar… vou experimentar… mas tenho receio que para espécies mais generosas (coração de boi e maçã, são as que utilizo na produção caseira) a coisa não resulte, deixando cair os frutos ainda verdes… mas nada como experimentar certo?
    Espero ter ajudado.
    Atentamente.

    • Obrigado pela sua contribuição Catarina.
      No passado já usei estacas em madeira, que eram basicamente galhos de árvores, mas não eram suficientemente robustos, porque os tomateiros cresceram muito e os tomates (coração de boi) ficaram enormes e começaram a cair no chão com o peso, apodrecendo com a humidade das regas. A forma que indica é interessante e económica, embora dê um certo trabalho a montar a estrutura, mas não há bela sem senão.
      Já agora gostava de poder visitar o seu blogue, caso não se importe, mas não sei o endereço. Fico a aguardar.
      Cordiais saudações

  2. Quando quiser pode ver que tipo de estrutura estava a referir mo meu comentário anterior em http://www.muitomaisqueagua.blogspot.com

    Continuarei atenta às sua publicações.

    • Obrigado pela partilha, Catarina. Gostei de ver, já fiquei a perceber melhor o que estava a falar. O seu terreno é enoooorme, comparado com o que eu tenho aqui. Confesso que também não teria tempo para tratar dele se fosse maior, com muita pena minha.
      Ficarei também atento às suas publicações.
      Saudações

  3. gustava de contar mais com voces

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: