Plantas para sideração I – A urtiga-maior (Urtica dioica)

A sideração consiste no enriquecimento e melhoria do solo, através da incorporação de plantas que crescem no próprio local. Estas plantas captam das camadas inferiores do solo e da atmosfera os elementos que serão úteis às culturas seguintes. A sideração também protege o solo, ao trabalhar em profundidade, através do desenvolvimento da raiz. Algumas espécies produzem húmus e podem substituir parcialmente estrume e composto, tal como o centeio, a facélia e os trevos.

A primeira das plantas que aqui vou falar, das que podem ser utilizadas para sideração, é a urtiga-maior (Urtica dioica). Esta infestante cresce em locais ricos em matéria orgânica. Em termos de uso agrícola, esta planta é utilizada para regular o ferro e o azoto do solo, para estimular o crescimento das plantas, para proteger contra as doenças e para favorecer a transformação de matéria orgânica em húmus. Com todas estas qualidades, será mesmo uma «erva daninha»?!

Urtiga

Urtiga

As utilizações agrícolas da urtiga são as seguintes:

  1. cobertura do solo com as plantas inteiras ou cortadas;
  2. fertilização e protecção das plantas contra as doenças (utilização directa da urtiga fraccionada nas covas de plantação como na batateira e tomate);
  3. chorume de urtiga para pulverizare regar certas plantas;
  4. compostagem para activar a formação do húmus.
Urtigas

Urtigas

Não se deve apanhar urtigas que estejam a menos de 50 metros de estradas com grande circulação porque captam o chumbo lançado pelos canos de escape.

Urtiga com flor

Urtiga com flor

Na minha última ronda pela horta tirei estas fotos de algumas urtigas que estão por lá espalhadas. Foram das poucas infestantes que sobreviveram.

Anúncios

Compostagem doméstica

O meu compostor

O meu compostor

Este é o compostor que me foi fornecido pela Valorlis na acção de sensibilização sobre compostagem doméstica.

Aconselho uma visita ao sítio desta empresa em www.valorlis.pt No separador da compostagem doméstica encontram-se algumas informações e um guia para utilização do compostor. Qualquer pessoa pode ter um, basta assistir a uma acção de sensibilização e no fim levar o seu para casa, tal como eu fiz.

De seguida estão 3 guias de compostagem doméstica: o primeiro retirado do sítio da Valorlis e os outros dois da Câmara Municipal do Seixal.

compostagem_domestica

caderno_compostagem_escolas_cmseixal

guia_compostagem_cmseixal